As palavras têm dentro um corpo profundo – relação terapêutica e vitalidade afectiva.

18 de novembro, 21h30

 

A união (indiferenciada) faz a força: reflexões acerca da indiscriminação de lugares e funções na família.

20 de outubro, 21h30

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *